domingo, 18 de outubro de 2015

As abelhas rainha também são afectadas pelos neonicotinóides


Outubro 15
13:38
2015

Um estudo realizado por cientistas canadianos, vem provar que a fecundidade da abelha rainha é afectada pela presença de dois insecticidas da família dos neonicotinóides.

À escala mundial, a mortalidade das abelhas é muito elevada e os agricultores lutam contra este problema.

Inquéritos recentes feitos aos produtores sugerem que o deficiente estado sanitário da rainha pode ser uma das causas das perdas de abelhas que se tem verificado.

Até agora, vários estudos tinham provado o efeito negativo dos neonicotinóides nas abelhas obreiras, mas não na rainha.

Este estudo vem agora provar que as rainhas são sensíveis a dois insecticidas desta família, o Thiamethoxam e a Clothianidin e a exposição a eles provoca problemas de saúde, afectando fortemente a sua fecundidade. A boa saúde da rainha é fundamental para a reposição das abelhas numa colmeia.

A Comissão Europeia já restringiu o uso desses produtos, mas alguns países pediram derrogações sob pressão de agricultores que defendem, por exemplo, a sua importância para a cultura da colza.

Sem comentários:

Publicar um comentário