quinta-feira, 12 de abril de 2012

Restaurantes fora da taxa no comércio de alimentos

Imposto
Paula Cravina de Sousa
12/04/12 00:05

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, afirmou que se trata de
um "contributo muito pequeno para o esforço colectivo que é pedido".
Apenas as grandes cadeias de supermercados serão afectadas. Sector diz
que medida retira competitividade às empresas.
Os restaurantes vão ficar de fora da taxa que o Governo vai aplicar
aos estabelecimentos que comercializem produtos alimentares. A taxa
vai incidir sobre as grandes cadeias de supermercados e destina-se a
garantir a segurança alimentar.
A proposta de decreto-lei do Governo deixava a dúvida se a medida se
estenderia aos restaurantes, feiras e praças, referindo apenas
estabelecimentos de comércio alimentar. No entanto, o Diário Económico
apurou que restaurantes - incluído cadeias de 'fast food' - feiras e
praças ficaram de fora desta nova taxa.

O sector de distribuição alimentar já veio condenar a medida, apesar
de a ministra da Agricultura, Assunção Cristas, ter garantido que a
taxa a aplicar aos super e hipermercados será "um contributo muito
pequeno para o esforço colectivo que é muito grande", referindo ainda
tratar-se de "uma pequena taxa". Mas em declarações à entrada de um
almoço organizado pela Câmara de Comércio Luso-Espanhol, Assunção
Cristas, não garantiu que a medida não tenha efeitos nos preços. "A
distribuição fará depois as suas contas e verá como suportar",
afirmou.
http://economico.sapo.pt/noticias/restaurantes-fora-da-taxa-no-comercio-de-alimentos_142361.html

Sem comentários:

Publicar um comentário