terça-feira, 9 de julho de 2013

Incêndios já consumiram este ano mais de 3.800 hectares de floresta

05.07.2013 16:37

PAÍS

Os cerca de 3.600 incêndios florestais que deflagraram este ano
consumiram mais de 3.800 hectares de floresta, representando valores
"substancialmente inferiores" às médias mensais da última década,
segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

"Comparando os valores do ano corrente com o histórico dos últimos dez
anos, destaca-se que se registaram menos 49 por cento de ocorrências
relativamente à média verificada no decénio e que ardeu menos 74 por
cento do que o valor médio de área ardida no mesmo período", indica o
último relatório provisório de incêndios florestais do ICNF.

Os dados provisórios referem que, entre 01 de janeiro e 30 de junho,
ocorreram 3.604 ocorrências de fogo, menos 65 por cento do que no
mesmo período de 2012, quando já tinham deflagrado 10.481 incêndios
florestais.

O relatório adianta também que os incêndios consumiram 3.877 hectares
de floresta, menos 88,5 por cento do que em 2012, quando já tinha
ardido 36.439 hectares.

"Da análise mensal dos incêndios verifica-se que os valores registados
até 30 de junho, quer do número de ocorrências, quer de área ardida
associada, foram substancialmente inferiores às respetivas médias
mensais dos últimos dez anos, com diferenças mais expressivas entre
janeiro e março", lê-se no relatório.

A diminuição de incêndios e área ardida é justificada pelo ICNF com o
facto de os primeiros meses de 2013 terem sido "relativamente
chuvosos".

Segundo o ICNF, o mês de junho foi o que registou o maior número de
ocorrências (2.222) e de área ardida (5.557 hectares) este ano.

O documento adianta que o maior número de ocorrências se verificou no
distrito do Porto (996), seguido dos de Braga (326) e Aveiro (306),
sendo a maioria fogachos, ou seja, incêndios que não ultrapassaram um
hectare de área ardida.

Os distritos mais fustigados em área ardida foram Porto, Braga e
Aveiro, com 614, 525 e 405 hectares, respetivamente.

Até 30 de junho, registaram-se cinco grandes incêndios, dos quais o
maior ocorreu em Aboadela, distrito do Porto, consumindo
aproximadamente 210 hectares de espaços florestais.

http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2013/07/05/incendios-ja-consumiram-este-ano-mais-de-3.800-hectares-de-floresta

Sem comentários:

Publicar um comentário