segunda-feira, 8 de julho de 2013

Níveis de pólen «muito elevados» em todo o país

inShare

A Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC),
anunciou esta sexta-feira, através do boletim polínico, que analisa
todas as semanas a quantidade de pólenes existentes no ar, que se
esperam níveis "muito elevados" em todo o País, para os próximos dias,
com excepção dos arquipélagos.


Os níveis de pólen existentes no ar entre os dias 5 e 11 de Julho
serão "muitos elevados" em Portugal Continental, informou hoje a
Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC),
através de um comunicado disponibilizado na página da associação.

"O alerta vai particularmente para os doentes com alergia aos pólenes
de gramíneas e erva parietária", sublinha a SPAIC.

Em Trás-Os-Montes, o destaque vai para os pólenes de gramíneas,
castanheiro, erva parietária, carvalho, e ervas tanchagem e azeda.

No Douro Litoral, a SPAIC alerta para os pólenes de gramíneas,
castanheiro, erva parietária, carvalho e ervas quenopódio, tanchagem e
azeda.

Por sua vez, na Beira Litoral, haverá predomínio dos pólenes de
gramíneas, erva parietária, castanheiro, oliveira e ervas tanchagem e
azeda, enquanto na Beira Interior, se destacam os pólenes de
gramíneas, castanheiro, e ervas parietária e tanchagem.

Na Estremadura, deve ter-se especial cuidado com os pólenes de
gramíneas, eucalipto, erva parietária, castanheiro, oliveira e erva
quenopódio e, no Alentejo, com os pólenes de gramíneas, erva
parietária, castanheiro, erva tanchagem e oliveira.

Já no Algarve, devem ter-se em conta os pólenes de gramíneas, ervas
parietária e tanchagem, castanheiro e eucalipto.

Nos arquipélagos, a situação é diferente. Nos Açores, os níveis
encontram-se "baixos", com predomínio dos pólenes de erva parietária,
eucalipto, gramíneas e carvalho. Na Madeira, a quantidade do pólen
atmosférico também é reduzida, com destaque para a erva parietária, as
gramíneas, o eucalipto, o pinheiro, e ervas tanchagem.

Diário Digital com Lusa

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=642863

Sem comentários:

Publicar um comentário