domingo, 29 de julho de 2012

PS acusa Cristas de insensibilidade. “Quem tem seguro não precisa de ajuda”




Vinhas destruidas pela tempestade no Douro
Ministra da Agricultura afirmou na televisão que apenas os vitivinicultores com seguro poderiam receber apoios. O Partido Socialista não gostou. 27-07-2012 16:41

O deputado socialista Rui Santos, eleito por Vila Real, afirmou hoje que a ministra da Agricultura está a ser insensível e mal aconselhada quanto à situação dos produtores afectados pela queda do granizo, em Sabrosa.

“A senhora ministra não conhece o Douro e só deve ter vindo à região de férias. Por isso, tem uma visão purista”, frisou.

Já o PSD acredita que os agricultores vão ser apoiados, mas sem referir se financeiramente ou através da atribuição de produtos para tratar as culturas.

A queda de granizo, trovoada e vento forte provocaram, na quarta-feira, prejuízos em vinhas, olivais, hortas e pomares em Sabrosa, em área inserida na Região Demarcada do Douro.


A ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território afirmou na quinta-feira, em entrevista à TVI, que só os vitivinicultores que têm seguro irão usufruir dos apoios.

Rui Santos referiu que quem tem de ser ajudado são os pequenos e médios agricultores, que não têm seguro, porque, caso contrário, estão condenados “à miséria”.

Os produtores que têm seguro, disse, não necessitam de ajuda, porque o seguro irá assumir os prejuízos.

O deputado adiantou ainda que Assunção Cristas demonstrou estar “mal aconselhada e com um total desconhecimento” pela situação dos produtores, ao afirmar que não têm seguro porque não querem.

“A maioria dos agricultores não tem dinheiro para os tratamentos, não recebe das adegas cooperativas há anos e têm empréstimos bancários, pelo que é impossível terem mais uma despesa com seguros”, afiançou Rui Santos.

O socialista considerou que o Governo deve recorrer à Comunidade Europeia para accionar um fundo de emergência e “acudir” aos vitivinicultores.

Além disso, adiantou, o Ministério da Agricultura deve disponibilizar produtos químicos para que os produtores avancem com os tratamentos de cicatrização das videiras, sob pena de comprometer a colheita de 2013.

Assim, os deputados do PS questionaram o Governo, através de um requerimento entregue na Assembleia da República, sobre a possibilidade de ajudar a “frágil condição” dos agricultores.

Os socialistas querem saber se o ministério de Assunção Cristas já apurou os danos causados e o volume de perdas.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=71632

Sem comentários:

Publicar um comentário