sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

“Portugal Rural – a oportunidade”

Portugal tem um potencial gigantesco para poder sair da crise,
acredita o consultor sueco, Jack Soifer
O consultor Jack Soifer defendeu hoje que Portugal tem um "potencial
gigantesco para poder sair da crise" se aumentar as exportações e
diminuir as importações.
Para sair da crise, o país precisa de "explorar bem os recursos
existentes, de forma a aumentar as exportações e diminuir as
importações", o que vai promover a economia nacional, apontou.
O especialista em economia e turismo, que falava à agência Lusa à
margem da apresentação do seu mais recente livro intitulado "Portugal
Rural – a oportunidade", acredita que Portugal não precisa de grandes
empresas para se desenvolver, apenas "utilizar as potencialidades que
tem".

Mas essas potencialidades ou recursos "não estão nas cidades, mas sim
nas zonas urbanas e no mar", frisou, lembrando que a maioria dos
portugueses desconhece, por exemplo, que "os grandes produtores
especializados de flores, árvores bonsai, pimentos e flor de sal estão
em Portugal".
E será nesses "nichos de mercado, com elevado potencial", que o
empresário português "deve apostar", de forma a "criar capacidade para
produzir para exportar", disse.
Estas e outras ideias são explanadas por Jack Soifer no livro
'Portugal rural - a oportunidade' que foi apresentado hoje na Escola
Superior de Estudos Industriais e de Gestão (ESEIG), de Vila do Conde.
A obra foi realizada em coautoria com Jorge Santos, professor de
turismo e ambiente no curso profissional de turismo ambiental e rural
na Sertã, Sílvia Chambel, engenheira do Ambiente, Armindo Palma,
engenheiro de Produção Agrícola, e a economista Catarina Gonçalves.
Mas Jack Soifer fez ainda questão de realçar que não são só os
recursos em terra que Portugal poderá explorar, mas sim tudo aquilo
que existe no mar, apontando as "ondas do mar e as correntes
submarinas" como geradores de "energia que poderíamos utilizar e
também exportar.
Por isso, Jack Soifer acredita que Portugal poderá "ultrapassar" a
crise e a recessão, mas para o conseguir "terá que por mãos à obra,
trabalhar e promover sinergias com outros países europeus".
Só que o Governo "não pode estrangular as pessoas, não pode seguir as
diretivas da Troika, nem negar as dívidas, mas sim negociá-las",
apontou.
Só que este "estímulo da economia nacional" só surtirá efeito se as
pessoas abandonarem a ideia de que investir e dinheiro são sinónimos,
sublinhou.
Contas feitas, Jack Soifer diz-se "otimista em relação a Portugal e
aos portugueses", porque estes têm "competência profissional, força de
vontade, capacidade de empatia e rede de contactos", o que fará com
que o futuro seja "promissor".
Jack Soifer nasceu no Rio de Janeiro, no Brasil, e formou-se em
engenharia e gestão, tendo feito consultoria em países como Rússia,
Brasil, Angola, China e Estados Unidos da América.
É ainda autor de diversos livros como "Empreender Turismo de
Natureza", "O Futuro do Turismo", "A Grande Pequena Empresa", "Como
Sair da Crise", entre outros.
15 Dez 2011, 08:17h
http://www.radioocidente.pt/noticia.asp?idEdicao=158&id=25128&idSeccao=1433&Action=noticia

Sem comentários:

Publicar um comentário