quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Barragens vazias agravam a seca

Albufeiras: Falta de chuva agrava situação

Os níveis de armazenamento da água nas barragens continuam a descer
drasticamente, prolongando a situação de seca no País. De acordo com o
último relatório do Instituto da Água (INAG) referente a Setembro,
verificou-se uma descida no volume armazenado em todas as bacias
hidrográficas monitorizadas. A falta de chuva está a contribuir para
que a quantidade de água existente se aproxime dos níveis de 2005,
quando ocorreu a pior seca dos últimos 100 anos.
03 Outubro 2012Nº de votos (1) Comentários (1)
Por:Manuela Guerreiro




De acordo com o INAG, das 57 albufeiras monitorizadas, apenas uma
apresenta uma disponibilidade hídrica superior a 80% do volume total.
Trata-se da albufeira de Salamonde, no rio Cávado, que serve
unicamente para produzir energia. Dezassete albufeiras têm
disponibilidade inferior a 40% do volume total.
A situação mais grave ocorre na bacia do Arade (Algarve) com as duas
albufeiras de irrigação abaixo dos 20%: Arade (16,6%) e Funcho (8,6%).
Douro, Sado e Oeste apresentam uma quota de armazenamento abaixo dos
50%. De destacar ainda as oito bacias cujo volume de água é inferior à
média dos últimos 20 anos: Douro, Cávado, Mondego, Tejo, Guadiana,
Sado, Arade e Barlavento.
A situação deverá continuar a piorar, uma vez que as previsões do
Instituto de Meteorologia apontam para a continuação do calor. A
cidade mais quente deverá ser Coimbra, onde amanhã se esperam 30 graus
centígrados. Castelo Branco, Évora e Leiria, deverão registar 29
graus.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/sociedade/barragens-vazias-agravam-a-seca

Sem comentários:

Publicar um comentário