quinta-feira, 21 de julho de 2011

China não aumenta produção de trigo

21-07-2011

Na China, pela primeira vez em 5 anos, a produção de trigo não vai
aumentar, apesar da oferta e procura manter-se estável. Este é um dos
efeitos de 2 anos consecutivos de seca seguidos de inundações em
2010/2011.
A seca de Primavera que atingiu o país afectou a produção de arroz e a
aquicultura, danos que foram compensados com os melhores resultados do
segundo semestre do ano, de acordo com uma informação avançada pela
Rabobank.

As chuvas excessivas que atingiram a China na campanha de 2010/2011
prejudicaram as culturas hortícolas em algumas províncias do país, no
entanto, esta quebra foi equilibrada com a produção em outras zonas e
pelo limite dos períodos de preços altos. Por outro lado, o fenómeno
favoreceu a produção de milho.
Os especialistas consideram que no futuro a China continua a sofrer
com situações climáticas extremas. Uma realidade que já levou a
administração a programar projectos que permitam uma melhor gestão dos
recursos escassos e desequilibrados, prevendo uma intervenção de 600
milhões de dólares nos próximos 10 manos para assegurar uma melhor
oferta e acesso à água.
Fonte: Agrodigital
http://www.confagri.pt/Noticias/Pages/noticia40519.aspx

Sem comentários:

Publicar um comentário