terça-feira, 24 de maio de 2011

CONFAGRI preocupada com entraves à produção de energia a partir de biomassas agrícolas

23-05-2011

Com vista a promover o debate e a reflexão, a CONFAGRI promoveu no
passado dia 30 de Março, o Seminário "Abordagens para o aproveitamento
da energia a nível regional", envolvendo entidades públicas e
privadas, como a Secretaria de Estado das Florestas e Desenvolvimento
Rural, a Direcção Geral de Energia e Geologia, a Autoridade Florestal
Nacional, entre outros. O mesmo teve lugar no Hotel Tryp Oriente.
Portugal tem condições para produzir electricidade a partir de
subprodutos agrícolas, como o bagaço da azeitona, as podas das
videiras ou das oliveiras, mas os constrangimentos internos dificultam
tal missão.

A política europeia impõe uma maior produção de energia renovável,
reduzindo a dependência externa de combustíveis fósseis e contribuindo
para as metas de Quioto.
Em Portugal, há locais que já concentram a biomassa proveniente de
subprodutos agrícolas e a mesma está a ser exportada para produção de
energia noutros países europeus, face aos actuais constrangimentos
legislativos na política nacional. Estamos a contribuir para que
outros países cumpram as suas metas, desaproveitando para o País a
mais-valia da utilização destas biomassas.
A agricultura pode e quer fazer parte da solução para alcance das
metas de Quioto, da produção nacional de energia renovável e para
redução da dependência energética externa.
A CONFAGRI considera que só concertando políticas agrícolas e
energéticas esta solução pode ser uma realidade.
Fonte: CONFAGRI
http://www.confagri.pt/Noticias/Pages/noticia40016.aspx

Sem comentários:

Publicar um comentário