sexta-feira, 1 de julho de 2011

Só a Grécia perdeu mais floresta do que Portugal

Estudo
Miguel Costa Nunes
01/07/11 00:05

A floresta "tem altíssimo valor acrescentado nacional", diz João
Ferreira do Amaral.
A agricultura e a floresta perderam nos últimos anos peso na economia
nacional, de 30% para os 17%. "Isso corresponde a uma quebra abrupta
na produção de bens transaccionáveis que representa e justifica o
desastre da economia portuguesa", disse ontem o economista João
Ferreira do Amaral na Conferência Floresta e Fileira Florestal
realizada no ISEG. "Em toda a Europa, uma descida mais rápida do que a
nossa só a Grécia", acrescentou.

Essa "desindustrialização" aconteceu, segundo o também presidente da
Associação para a Competitividade da Indústria da Fileira Florestal,
"muito por via da tercearização das sociedades". "Quando a produção de
bens transaccionáveis representa 25% da produção, isso é uma tragédia
económica para o País", disse ainda Ferreira do Amaral para quem "a
fileira da floresta é uma das principais contributoras dessa produção
de transaccionáveis: uma fileira com altíssimo valor acrescentado
nacional".

http://economico.sapo.pt/noticias/so-a-grecia-perdeu-mais-floresta-do-que-portugal_121830.html

Sem comentários:

Publicar um comentário