segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Mundo Rural - Uma galeria on-line que guarda as nossas raças autóctones

Perto de 800 imagens compõem uma das mais completas galerias on-line
de raças portuguesas, reconhecidas pela Direcção-Geral de Veterinária.
A iniciativa Ruralbit - Fotografias de Raças Autóctones visa dar a
«conhecer para proteger» este património nacional, como sublinha
Manuel Silveira, mentor do projecto. As fotografias, enviadas pelos
utilizadores da página, estão disponíveis gratuitamente.
Sara Pelicano; fotos - Ruralbit - Fotografias de Raças Autóctones |
segunda-feira, 19 de Novembro de 2012

Sabia que existem em Portugal 57 raças autóctones, ou seja originárias
do território onde habitam? Possivelmente não. Essa foi também a
conclusão a que chegou Manuel Silveira quando, um dia, colocou a si
mesmo esta questão. Dedicado ao desenvolvimento de projectos para
aplicação de novas tecnologias na agricultura, Manuel decidiu recorrer
aos recursos da sua empresa, a Ruralbit, e utilizou a Internet para
divulgar este património nacional.

A galeria digital é um trabalho voluntário e acessível a todos que
nasceu sob o lema «conhecer para proteger». Quem quiser enviar fotos
para a Ruralbit - Fotografias de Raças Autóctones pode fazê-lo. Por
outro lado, quem quiser utilizar essas mesmas fotos, também as pode
obter de forma gratuita. O autor pede, apenas, que na publicação seja
referenciada a origem das imagens.

«Este é um projecto paralelo da Ruralbit, sem fins lucrativos, e que
vamos fazendo quando há disponibilidade e tempo para isso. Apercebi-me
que pelo país fora se perguntarmos às pessoas o que são raças
autóctones, estas não sabem. Ou seja, conhecem o lince da Malcata, ou
outra espécie mais divulgada, mas uma cabra, uma ovelha, não. Quando
se vê um artigo sobre vacas, a ilustrar há sempre a imagem de uma vaca
branca e preta. Quando se vê um artigo sobre galinhas, na ilustração
há sempre uma galinha poedeira. Ou seja, aparecem espécies
comerciais».

Assim surgiu, na mente de Manuel Silveira, em 2009 a ideia de
construir um banco de imagens. Ele e a sua equipa fizeram a lista de
todas as raças autóctones reconhecidas pela Direcção-Geral de
Veterinária e começaram a colectar fotografias. «É engraçado que hoje
temos pessoas fiéis à página que enviam fotografias de diferentes
raças. As fotografias têm de ser originais e com alguma qualidade.
Depois de as recebermos, verificamos estes critérios e publicamos
sempre dando indicação do autor», explica Manuel Silveira.

Associada à fotografia há, geralmente, um link que redirecciona para o
site da associação ligada à raça em concreto. Aí o utilizador da
página encontra informações acessórias.

No final de 2012, a Ruralbit - Fotografias de Raças Autóctones, conta
com perto de 800 imagens. Aqui é possível conhecer o Burro de Miranda,
caprinos de raça serrana, Charnequeira, algarvia, os bovinos
alentejanos, mertolengo, minhoto. «Neste momento apenas não temos
fotografias de uma espécie de ovino, a Merina da Beira Baixa», lamenta
Manuel Silveira.

A Ruralbit não recebe fotografias todos os dias. «Pelo menos uma vez
por semana acabamos por receber um e-mail com mais imagens», salienta
Manuel. Segue-se a análise das imagens enviadas porque, apesar da
iniciativa ser «pura carolice, queremos algum rigor», sublinha.

No futuro, Manuel Silveira gostava de ver esta iniciativa alargada a
outros países. «Em países da América Latina e em Espanha, há raças que
são parecidas. Procuramos parceiros nestes locais que se
responsabilizassem pela gestão da informação. Nós cedermos a
plataforma, mas não ficamos responsáveis pela parte do carregamento de
imagens, até porque não conhecemos as raças locais em profundidade»,
explica.

http://www.cafeportugal.pt/pages/iniciativa_artigo.aspx?id=5533

Sem comentários:

Publicar um comentário