terça-feira, 20 de novembro de 2012

Nível de confiança desce nos produtores de leite da Nova Zelândia e EUA

19-11-2012





A última informação trimestral do nível de confiança dos produtores de
leites neozelandeses realizada pelo Rabobank, mostra que este continua
a diminuir.

Os níveis de confiança dos produtores de leite no último inquérito
realizado a 15 de Outubro não sofreram alterações em relação ao
trimestre precedente e mais baixos que o ano anterior. Um terço dos
inquiridos pensam que nos próximos 12 meses o resultado vai melhorar,
outro terço acredita que piora e os restantes que será igual.

Esta falta de confiança surge devido ao fortalecimento do dólar da
Nova Zelândia, o que dificulta as explorações, o preço alto das
matérias-primas e as condições meteorológicas. Em consequência, não
parece provável, que a curto prazo, o sector tenha intenção de
expandir-se.

Nos Estados Unidos da América (EUA), os produtores de leite, à
semelhança dos neozelandeses, também não demonstram confiança no
sector, em especial tendo em conta a evolução do recenseamento de
animais. Os recentes valores publicados pelo Departamento de
Agricultura dos EUA revelam uma descida de 2,4 por cento na
substituição de bezerros que dão entrada nos rebanhos entre Julho e
Dezembro de 2012.

Por esta razão e com este nível de reposição, prevê-se que a produção
reduza, a não ser que melhorem os rendimentos, o que parece pouco
provável com os preços praticados com as rações. Dado que a produção
de leite nos Estados Unidos é um factor chave nas cotações
internacionais dos produtos lácteos, as perspectivas futuras podem
geram uma quebra na oferta e aumentar a pressão nos preços.

Fonte: Lusa

http://www.confagri.pt/Noticias/Pages/noticia45275.aspx

Sem comentários:

Publicar um comentário