terça-feira, 12 de março de 2013

Projeto Terraprima inicia terceira fase


QUINTA, 07 MARÇO 2013 15:12
Abriu no dia 1 de março a 3ª fase de adesão ao Projeto Controlo dos Matos, da Terraprima, serviços ambientais, implementado em colaboração com a UNAC, União da Floresta Mediterrânica, e com o apoio do Fundo Português de Carbono.


Ao aderir ao projecto, os agricultores comprometem-se a fazer o controlo de mato com recurso a métodos não lesivos para o solo durante os quatro anos do Projecto (1 de Janeiro de 2011 a 31 de Dezembro de 2014). A consequente acumulação de matéria orgânica permitirá o sequestro de carbono, um serviço ambiental pelo qual os agricultores serão remunerados a 40 euros por hectare.

São elegíveis os agricultores que já procediam ao controlo dos matos com corta-matos ou destroçador antes do período de compromisso ou os que, tendo utilizado grade antes do projecto, pretendam mudar para um destes métodos. São elegíveis áreas de sobro, azinho, pinheiro manso e carvalho negral, no sul e interior centro do país, periodicamente submetidas a controlo de mato, e que não tenham sido gradadas desde 1 de Janeiro de 2011.

Está a ser averiguada a possibilidade de os agricultores serem ainda remunerados pelas áreas intervencionadas em 2011 e 2012. Para aderir formalmente ao projecto, os agricultores poderão dirigir-se a uma das entidades associadas da UNAC (http://www.unac.pt/Associados/Associados/), com um planeamento das intervenções.

http://www.cap.pt/noticias/agricultura/1776-projeto-terraprima-inicia-terceira-fase.html

Sem comentários:

Publicar um comentário